O que você está procurando?

Três dicas para tornar ambientes mais agradáveis em casa

Confira como obter mais conforto e aconchego no dia a dia em casa!

O tempo extra em casa por conta da pandemia do novo coronavírus virou uma oportunidade para transformar os ambientes, atendendo às novas necessidades do home office e de conforto para a família. Para ajudar quem está pensando em fazer mudanças em casa, entrevistamos o arquiteto Rogerio Shinagawa, parceiro do Grupo Indusparquet, para dar algumas dicas de como tornar os ambientes mais agradáveis a partir de agora.

1 – Planeje de acordo com as necessidades do dia a dia

Segundo o arquiteto, o período de quarentena trouxe reflexões: “As pessoas perceberam a importância do espaço onde moram.  Elas deram mais valor para a área externa a organização e funcionalidade dos ambientes” observa. Não à toa isso se tornou prioridade: o bem estar emocional está diretamente relacionado às características do ambiente em que estamos e pode, inclusive, influenciar na produtividade e disposição no dia a dia.

Sala de estar com duas poltronas e sofá à direita. Ao fundo, cozinha com grande bancada e armários suspensos, à direita espaço com mesa de jantar.

No Apartamento AM, reformado por Rogerio Shinagawa, a cozinha foi aberta e a varanda foi integrada à área principal, onde o piso de madeira Indusparquet cria continuidade entre os ambientes. Foto: Evelyn Muller

O arquiteto destaca que espaços bem projetados e pensados com cuidado para atender a usos pessoais no dia a dia é fundamental. “É importante pensar na área de circulação do ambiente, entender qual tamanho podem ser os móveis, quantos e como distribuí-los. Também planejar a iluminação, outro fator que interfere muito no conforto de um espaço e varia conforme o ambiente”, recomenda.

Sala com revestimento de madeira, mesa de jantar rodeada de cadeiras. Ao fundo painel com quadros, plantas e televisão.

A Casa PP, também projetada por Rogerio, possui revestimento de Cumaru. Foto: Evelyn Muller

2 – Invista em elementos que trazem conforto

Além da iluminação e disposição dos móveis, é possível planejar um ambiente que proporcione mais segurança e conforto apostando na biofilia, ou seja, o maior contato com a natureza no dia a dia através de elementos naturais. Para isso, vale desde acrescentar plantas à decoração da casa até investir em pisos de madeira. Segundo Rogério, os benefícios de ter esses pisos são a versatilidade, o conforto térmico e acústico do material.

Visão geral de sala com pé direito alto, possui poltronas, cadeiras e mesa de centro acima de um grande tapete. À esquerda, janelas de vidro mostram área externa para o deck da piscina. À direita fica o caminhos para a cozinha, ao fundo

Nesta casa, os elementos naturais estão na parte externa, cheia de plantas, e no interior, com o piso e revestimentos em madeira Indusparquet. Foto: Evelyn Muller

 

3 – Busque inspirações

Do cantinho de trabalho ao design de interiores completo, novas tendências têm surgido para melhorar a forma de morar e trazer mais aconchego. Aproveite para experimentar!

Mesa de jantar rodeada de cadeiras, com vasos de vidro em cima. Piso e parede revestidos em padeira.

A madeira, elemento biofílico, pode ser uma aliada para um ambiente mais aconchegante. Foto: Evelyn Muller

 

Leia também:

A versatilidade da madeira em projetos de interiores

Instalar pisos e revestimentos de madeira na quarentena: como proceder?

 

Compartilhe

Interessou?